Buscamos por qualidade constantemente não importa o lugar onde estejamos. Queremos um médico atencioso, um bom professor para nossos filhos, queremos vendedores sorridentes e enérgicos, um garçom bem-educado etc. etc. etc.

Seria normal também usarmos o mesmo critério em nosso trabalho. Afinal, se existe uma área que é totalmente necessária que haja qualidade, essa área é o trabalho.

Quem se arrisca no mundo dos negócios não quer ser apenas mais um na multidão. Claro, o número de pessoas que decidem por começar um comércio, por exemplo, está cada dia maior, e logo, a concorrência tende a ser muito alta. Mas será que todos conseguem crescer de verdade?

Será que todos têm em mente um planejamento, pensamento empreendedor e vontade de realizar grandes coisas? Ou será que a maioria é simplesmente levada pela correnteza das contas, e a custo se embrenha em um mercado cheio de destroços?

Para obter o sucesso, não é necessário somente esforço e mente atuantes individualmente, você precisa de parceiros que saibam de fato o que estão fazendo, que se esforcem em fazer sucesso à custa primeiramente do seu sucesso.

Apostar em coisas mais baratas e com menos qualidade, é o que mais vemos quando vamos a uma empresa, um hospital, quando procuramos por um negócio na internet. Isso é fruto do trabalho de pessoas que não pensaram na repercussão negativa que isso gera e que faz com que tudo vire uma bola de neve.

Estamos aqui hoje para listar 10 razões sobre o porquê se deve evitar profissionais amadores realizando serviços importantes na sua empresa, como a divulgação, vendas e a estampa que você apresenta nas redes e mídias digitais.

O Marketing é parte fundamental de um negócio, e inúmeras vezes, o trabalho mal feito é o que atrasa o crescimento e progresso de negócios promissores.

1 – Experiência Profissional 

Fazer um serviço ‘‘amador’’ não é somente coisa de quem é jovem e com pouca experiência. Há profissionais no mercado com bons anos de formação, mas que fazem trabalhos de baixa qualidade, cobrando preços baixos condizentes com suas atuações.

Não vale a pena entregar seu negócio na mão daquele sobrinho ‘‘que entende tudo de redes sociais’’. A técnica e a boa técnica é essencial para uma estratégia eficaz que renda lucros no final das contas. Unidos à técnica, o olho clínico e também solidez do profissional no mercado.

2 – Perda de dinheiro 

Como ficou óbvio com o tópico anterior, o amador também te fará perder dinheiro afinal. Mesmo aquele pouco que você paga com grandes promessas de retorno, possivelmente não retornará e caso retorne será apenas para cobrir algumas dívidas.

Importante entender que Marketing não é gasto, que estar nas redes sociais, dispor de um site e blog que apresentem o seu negócio, é o básico hoje em dia.

É preciso considerar seriamente o consumidor no qual você está lidando, ou seja, pessoas conectadas à internet diariamente pela facilidade que se tem em adquirir um smartphone. E isso, só o bom especialista entenderá.

3 – Dedicação 

Dedicação leva tempo. É preciso acalmar os ânimos apressados que este século nos impõe, para alcançar os melhores resultados. Se você está cotando um ‘profissional’ que promete entregar tudo para amanhã com a promessa de que sairá perfeito, acredite, não sairá, e provavelmente será bem decepcionante.

Existe um processo de planejamento para o desenvolvimento das estratégias que melhor se encaixarão no seu negócio. Desde as ferramentas que serão usadas, testes necessários e até registro em um domínio favorável e váááárias outras coisas que não saem da noite para o dia.

O amador quer ganhar dinheiro fácil e rápido a qualquer custo, com certeza ele não se dedicará o necessário para que tudo saia da melhor maneira.

 4 – Deslizes

As gafes de um amador, podem ocorrer em várias ordens: no site, nas redes sociais, na medição de resultados etc. Raramente ele tem preocupação com sua própria imagem profissional. E provavelmente pegará mal para você citá-lo.

É perigoso para seu negócio que seus clientes reconheçam erros. Ainda mais que estes se espalham muito rápido e seus concorrentes ficarão bem felizes em saber. Melhor não correr esse risco, não?

5 –  Concorrência

Sabemos quão importante é sair na frente da concorrência. Escolha profissionais que entendam as resoluções certas a serem tomadas para se adequarem ao seu tipo de público.

Nem todo público-alvo acessa o Facebook com muita frequência, por exemplo. Entender seus hábitos e as redes na qual fazem maior uso, é uma das coisas que os amadores ‘‘esquecem’’ de verificar.

Fazer as segmentações certas, trabalhar com anúncios pagos, Facebook Ads, SEO, etc., são ferramentas que exigem serem trabalhadas por especialistas que forneçam retornos para outros negócios também, que tenham histórico.

6 – Perspectiva

Ficar para trás no mundo digital não é uma questão viável para seu empreendimento, é necessário bolar planejamento e campanhas com antecedência e ter visão própria.

Os recursos que um profissional dispõe permitem que ele possa ter perspectivas amplas para inserir estratégias e dar o destaque que você busca. Os amadores, bom, acho que você já entendeu.

7 – Trabalho escalável 

Fazer um trabalho escalável pode significar muitas vezes ampliar ou desenvolver seu negócio sem que haja um gasto muito alto para isso. O marketing digital tem sido uma das formas mais baratas de se fazer marketing na atualidade.

Saiba que não é nenhum exagero o preço cobrado por agências especializadas nesse ramo, tendo em vista o crescimento que vem a calhar.

8 – Comunicação

As comunicações precisam ser feitas de modo tal que atinjam em cheio os destinatários.

A hora de fazer postagens em redes sociais, ou mandar e-mails marketing, é tido como um fator de decisão, pois há horários específicos em que as pessoas acessam suas redes e assuntos que chamam mais atenção que outros.

Observações devem ser feitas para que as comunicações sejam criadas da forma correta.

9 – Medir e fazer testes

Conhecer as ferramentas aptas para fazer a medição de suas estratégias na rede, é um dos pilares do marketing digital de sucesso.

Ou seja, saber o que está gerando cliques, angariando leads, e principalmente o que não está, é o guia de traçamento de novas ideias e testes até se chegar ao que fará o site alavancar e a empresa crescer.

Ferramentas como Google Analytics, Facebook Insights, por exemplo, não são dominadas por amadores e são essenciais para medir estatísticas e resultados relevantes.

10 – Resultados

E finalmente, os resultados. Os bons profissionais buscam por resultados e se empenham por eles. Sabem se virar em meios às dificuldades que surgem no caminho e resolvem os problemas.

O trabalho muitas vezes nos torna estressados, a correria, rotina. É preciso fugir das dores de cabeça.

Levar um negócio para as redes, não é como criar uma conta no Facebook, é necessária a regularidade de posts, canais que sejam responsivos ao público; fatores que exigem o cumprimento de premissas que só uma agência especializada pode dar conta.

Ficou interessado? Faça gratuitamente um orçamento com a FocoSales e conheça condições que se ajustem ao seu bolso e à sua vontade de crescer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.